Muitas dúvidas surgem na cabeça de quem vai alugar um conjunto comercial.

Sua empresa precisa alugar um Conjunto Comercial. É um momento em que é preciso pensar e agir com calma para fazer a escolha certa, pois é importantíssimo prestar atenção a detalhes que podem afetar o seu cotidiano da sua empresa e dos seus colaboradores e, acima de tudo, pesquisar muito – principalmente pela internet – as melhores opções para o seu caso.

Abaixo você tem algumas dicas importantes que vão facilitar a instalação no novo endereço da sua empresa:

1) Dimensão do local

Como não existem muitas variações nas plantas de conjuntos comerciais, preste atenção às posições estruturais, portas, salas e janelas para entender e dimensionar o espaço necessário para a sua empresa.

Faça os cálculos da área que você precisa para instalar todos os equipamentos, estrutura elétrica, tecnológica e móveis essenciais. Pensem em manter esta necessidade de espaço scom folga, mais a presença dos funcionários e clientes com conforto e segurança. Não esqueça os espaços para as áreas de serviço, cozinha, cafezinho e convivência, por exemplo.

Além disso, não deixe de avaliar um espaço a mais caso a sua empresa tenha uma boa e rápida possibilidade de expansão, mas sem correr o risco de ter espaços que venham a ficar ociosos. Isso vai se refletir no valor do aluguel.

2) Localização

É fundamental que você saiba a importância do ponto para o seu tipo de negócio. Atividades com características específicas acabam trazendo empresas e profissionais que se dedicam a elas em locais concentrados – vide os entornos de endereços voltados a empresas de tecnologia (Vila Olímpia), ou Fintechs (Av. Paulista) – e isso deve orientá-lo na conveniência em alugar conjuntos em determinadas regiões. Caso isso não seja importante, um conjunto comercial em um local menos alinhados com setores específicos, com aluguéis mais baixos, é uma boa opção.

É importante também que você avalie o local pela existência de serviços e comércio que venham a facilitar o dia a dia dos seus colaboradores, como bancos, restaurantes e papelarias nas proximidades da endereço que você pretende alugar.

3) Valor do aluguel

Tamanho e acabamento do conjunto, localização, padrão de construção do prédio, estacionamentos, ar-condicionado, gerador no prédio… Tudo isso afetar o valor do aluguel de um conjunto comercial. Por isso, é importante que você considere inicialmente os aspectos prioritários do seu negócio para obter os valores de referência nos aluguéis. Exemplo: se a localização é imprescindível, pense em alugar um conjunto menor e menos sofisticado; se o ponto não é importante, é possível encontrar um espaço maior, com padrões maiores e um aluguel mais baixo.

4) Negociação com locador

Compare o valor do aluguel pedido e os benefícios que o conjunto oferece com o padrão do mercado. Pois isso propiciará argumentos bem úteis no momento de negociação com o locador.

Nos contratos de locação, preste atenção nas multas rescisórias e prazos de contrato, pois mudanças fora de planejamento podem atrapalhar muito sua empresa caso você tenha que se mudar em curto espaço de tempo, por exemplo. E tenha sempre um advogado de sua confiança para orientá-lo em qualquer tipo de dúvida.

5) Vistoria

O laudo de vistoria é essencial para que você tenha documentado o estado em que recebeu o conjunto. Deve ser parte integrante do contrato, lembrando que o local deverá ser entregue nas mesmas condições ao final do contrato.